Jessier Quirino é a grande atração do primeiro dia da 3ª Fenagreste

Começa nesta quarta-feira (8), em Caruaru, às 9h, e segue até domingo (12), a terceira edição da Feira Nacional do Livro do Agreste – Fenagreste, sob o tema “Toda família tem histórias”, que promete destacar as variadas configurações familiares.

Mais uma vez, o evento ocupa o Espaço Cultural Tancredo Neves e oferece, gratuitamente, aos moradores do Agreste, palestras, sessões de autógrafos, shows, contação de histórias, concurso de cosplays e lançamentos de livros. A Fenagreste é promovida pelo Governo do Estado, por meio da Companhia Editora de Pernambuco – Cepe, e a Associação do Nordeste das Distribuidoras e Editoras de Livros (Andelivros), com apoio da Prefeitura de Caruaru.

A grande atração da primeira noite do evento é o poeta Jessier Quirino, que apresenta o espetáculo “Juntando os Cacarecos”, a partir das 20h. O show tem como pano de fundo a história de dois sertanejos, que decidem se casar.

Quirino mergulha num Sertão que já não existe mais para construir seu recital de poesia popular, amparado na textura, cor e no lado carcomido do Sertão. O olhar minucioso do escritor para as coisas simples do dia a dia interiorano, por meio da poesia e dos causos sertanejos, faz dele, hoje, o grande nome da poesia matuta nordestina.

Antes de Quirino subir ao palco, às 19h, acontecerá a solenidade de abertura da feira, que celebrará os dois homenageados de 2018: o compositor Onildo Almeida e o escritor Nelson Barbalho (in memorian), a partir das 19h.

Autor da famosa “A Feira de Caruaru”, Onildo chega aos 90 anos com mais de 530 músicas escritas, algumas delas gravadas por nomes como Gilberto Gil e Luiz Gonzaga.  Só “A Feira de Caruaru”, verdadeiro hino popular da Capital do Agreste, atingiu a marca de 100 mil cópias após dois meses de gravada pelo Velho Lua. Onildo subirá ao palco, com seu violão, para interpretar algumas canções.

Para celebrar a vida e obra de Nelson Barbalho, será exibido trecho de documentário sobre o escritor, que deixou um legado de 110 obras lançadas, sendo a metade delas de lembranças, memórias infantis e causos do município. Barbalho é considerado um dos principais historiadores caruaruenses, sendo o autor da expressão “o país de Caruaru”, constantemente usada para festejar a riqueza cultural do município. Barbalho compôs ainda mais de 180 canções, sendo a mais famosa A morte do vaqueiro, gravada por Luiz Gonzaga.

A feira literária ainda fará o registro dos 80 anos do ministro Fernando Lyra (in memorian). Será montada uma exposição fotográfica, resgatando a história de vida do advogado e político.

Durante toda a Fenagreste, a criançada poderá se divertir no Cantinho da Trela, que oferecerá contação de histórias e brincadeiras infantis pela manhã e à tarde. O evento oferece ainda um food park, com diversas opções gastronômicas.

A terceira edição da Fenagreste contará com 50 estandes e tem a expectativa de receber mais de 20 mil pessoas nos cinco dias de evento.

Comentários

Postagens mais visitadas